Sistema interno de sugestões da Brasilata registra 166.933 ideias em 2014

Com a média de 164,4 ideias por inventor, Projeto Simplificação difunde o conhecimento e mantém o ambiente de trabalho propício à melhoria contínua


Projeto Simplificação da Brasilata é destaque no livro “The Idea-Driven Organization, lançado em 2014 e um dos mais vendidos nos EUA

A inovação se concretiza dentro da empresa quando todas as pessoas, de todos os níveis, participam do processo de melhoria e atuam como empreendedores internos, apresentando ideias de aperfeiçoamento. A Brasilata, classificada como uma das empresas mais inovadoras do país, mantém o seu Projeto Simplificação que se tornou uma referência para os estudos sobre este tema.

O Projeto Simplificação recebe as ideias dos funcionários, contratados como inventores, das 4 fábricas da companhia (São Paulo/SP, Estrela/RS, Rio Verde/GO e Recife/PE). Em 2014, o Simplificação registrou 166.933 ideias de 1.010 funcionários, que resultaram na média de 164,4 ideias por inventor. As sugestões obtiveram o índice de aprovação de 90%.

Para captar o conhecimento dos colaboradores, em especial das equipes da linha de frente (chão de fábrica), o Projeto Simplificação utiliza um sistema próprio desenvolvido pela empresa. Os inventores dispõem de um sistema on line para apresentar ideias e conferir o andamento das sugestões. O acesso ao sistema é livre para qualquer funcionário, que pode navegar por suas telas para verificar o status das suas ideias; para enviar sugestões à equipe e para obter totalizações das ideias por área ou por unidade.

O caso Brasilata está citado no novo livro “The Ideia-Driven Organization”, que foi lançado nos EUA em 2014, recebeu 5 estrelas na Amazon Books e se mantém como um dos mais vendidos na categoria. Os autores, Alan Robinson e Dean Schroeder, professores americanos que estudam processos internos de inovação e competitividade em todo o mundo, consideram a experiência do Projeto Simplificação como um dos mais eficientes sistemas de sugestões encontrados